Feedback de jogos terminados Página 41

  • Izanagiko 5 Set 2016 11:18:06 7,417 posts
    Visto 1 hora atrás
    Registado 5 anos atrás
    @DR--K3

    Já jogaste o NG3 Razors edge? É que esse está melhor que o 2...o 3 normal é uma merda, mas a versão melhorada em combate está muito melhor que o 2. Mas bastante...

    Quanto a Nioh...eu não sei onde raio há pessoal que ache complexo de mecânicas...tipo, simplicidade num jogo destes nunca será melhor, e sinceramente Nioh mesmo tendo mais mecânicas são bastante simples. Olha Souls, fazes o mesmo move set do início ao fim, tipo, é sempre igual, é um dos pontos que me desagrada na série por exemplo...mais variedade é melhor num jogo destes. Mas enfim...a indústria está como está pela mania de simplificar toda a merda e a culpa é dos jogadores que querem isso. Se querem simplicidade joguem Journey e não jogos com melee combat.

    Editado por Izanagiko às 11:24:09 05-09-2016
  • DR--K3 5 Set 2016 13:46:29 3,980 posts
    Visto 33 minutos atrás
    Registado 4 anos atrás
    @Izanagiko Nao, nunca joguei o NG razors edge e por acaso e dos poucos casos onde fiquei em duvida se devia ou nao, ja que o 1 e 2 sao dos meus jogos favoritos, mas ja ouvi falar tao mal.

    Quanto ao teu 2o paragrafo, concordo com tudo. Deve ser por causa dessa praga da simplicidade que ainda nao tivemos nenhum hack esta geracao...
  • Izanagiko 5 Set 2016 14:57:40 7,417 posts
    Visto 1 hora atrás
    Registado 5 anos atrás
    @DR--K3

    Já o 2 foi um let down valente. Não evoluiu nada e os bosses são fraquinhos e pá, alta desilusão. O 3 estava ainda pior...mas o Razors Edge, está mesmo muito bom em termos de combate, mesmo viciante e em parte uma evolução do primeiro NG em certos pontos. Tanto que já joguei a demo umas 100 vezes e espero mais tarde comprar o jogo.

    Hoje em dia qualquer cena a mais chamam logo de complexo...se não querem mecânicas que desenvolvam o jogo pá, joguem outra cena. Cada vez anda tudo mais simples e quando alguém faz algo já é visto de lado lol
    Enfim...é triste essa merda.
  • dante21 5 Set 2016 15:01:57 32,901 posts
    Visto 20 minutos atrás
    Registado 7 anos atrás
    Dark Souls/Bloodborne conseguem ser excelentes sem precisarem de ser complexos.

    Vou ao menus do Nioh e levo com 500 cenas diferentes. Algumas nem sei para que servem.

    E depois neste jogo tens de fazer grinding que é um absurdo. Nestes jogos tem de haver sempre grinding, mas não como aqui.

    As mecânicas e inimigos tornam isto muito frustrante.


    Os inimigos vão atrás de ti até ao fim do mundo. Não faz sentido
  • Izanagiko 5 Set 2016 15:32:29 7,417 posts
    Visto 1 hora atrás
    Registado 5 anos atrás
    @dante21

    Tens uma definição de complexo deveras estranha. Eu não vi nada de complexo em Nioh, vi algumas mecânicas que quebram a fadiga de estar horas e horas só a fazer o mesmo move set, e mesmo assim assim não vai ser muito diferente do que acontece em Souls. Não gostas, não jogas...quero pessoas como tu longe de jogos como estes, os devs dão-vos demasiado ouvidos e acabam por foder o jogo, e dispenso isso.

    Isso dos inimigos, é naquela, ainda concordo contigo em parte, o resto não. Mais depressa acredito que já não tens paciência para algo que te oferece diversidade porque nem nos menus tive problema algum com nada, porque é tudo de fácil e simples acesso.

    Mas ok, caga em Nioh e jogas outra cena, não falta jogos que queiras jogar e que certamente são mais simples ou lá o que lhes queiras chamar.
  • DR--K3 5 Set 2016 17:05:40 3,980 posts
    Visto 33 minutos atrás
    Registado 4 anos atrás
    dante21 wrote:

    Os inimigos vão atrás de ti até ao fim do mundo. Não faz sentido
    Isso foi uma coisa que nao gostei na Alpha Demo, mas na nova demo já o resolveram. Ainda tens de fugir bastante, mas dá para te escapares dos inimigos que te perseguem.
  • armandao Moderador 7 Set 2016 10:35:52 9,279 posts
    Visto 1 hora atrás
    Registado 10 anos atrás
    @Bernkastel Simplesmente pode não ser uma experiência que procures nos jogos.
    Totally fine.

    Alguém acabou o Inside? Precisava de ajuda a perceber o que joguei lool
  • z32 7 Set 2016 10:52:06 7,817 posts
    Visto 1 hora atrás
    Registado 8 anos atrás
    @armandao Eu acabei na xbox one alguns meses atrás, adorei aquela porcaria.
  • armandao Moderador 7 Set 2016 11:32:27 9,279 posts
    Visto 1 hora atrás
    Registado 10 anos atrás
    @z32 Eu tb gostei muito, mas gostei mais do Limbo. Só queria era perceber melhor o que se passava. Só falta fazer o 100%.
  • z32 7 Set 2016 11:38:05 7,817 posts
    Visto 1 hora atrás
    Registado 8 anos atrás
    @armandao Nunca chegas a perceber, e a ideia é exactamente essa. Deixar-te imaginar o "porque" de tudo aquilo que viste.

    Quando vires o final secreto talvez formules uma ideia muito semelhante à minha.
  • armandao Moderador 7 Set 2016 11:40:52 9,279 posts
    Visto 1 hora atrás
    Registado 10 anos atrás
    @z32 Final secreto depois dos 100% ? hummm
  • z32 7 Set 2016 11:55:16 7,817 posts
    Visto 1 hora atrás
    Registado 8 anos atrás
    @armandao Sim, tal como limbo quando apanhares as cenas todas tens direito a um final secreto que nem sequer é no final :P
  • armandao Moderador 7 Set 2016 12:10:45 9,279 posts
    Visto 1 hora atrás
    Registado 10 anos atrás
    @z32 lol pois é...ok vou fazer isso. só fiz 2 troféus.
  • ColePT 7 Set 2016 14:44:31 32,207 posts
    Visto 4 dias atrás
    Registado 8 anos atrás
    @Bernkastel

    Pá, é daquelas coisas, ou eu sou um ganda burgesso ou o rei vai nu há já bastante tempo e ainda ninguém o avisou. E, quer dizer, é bem provável que seja a primeira opção.
  • Databit 8 Set 2016 13:56:59 4,121 posts
    Visto 7 horas atrás
    Registado 7 anos atrás
    @armandao

    Eu também joguei quando saiu na Xone e para teres ideia do que se passa no jogo tens mesmo de ver o final bónus e mesmo assim são só teorias. Quando vires o final diz.
  • TL16199 8 Set 2016 23:15:55 1,818 posts
    Visto 17 horas atrás
    Registado 5 anos atrás

    Crysis 2 (PS3): 8/10

    Pontos Positivos:
    + Eu achei a história desta sequela superior à do primeiro, mesmo continuando a não ser uma história que nunca tenhamos visto antes. O nosso personagem não é muito interessante, mas o resto das personagens até estão bem retratados e uma das personagens até têm grande plot twist mais para o final do jogo que torna a história mais interessante. A história está cheia de clichés de filmes e séries sobre invasões de extraterrestres mas isso acaba por não ser mau pois não há muitos mais FPS de qualidade (para além deste só me estou a lembrar da série Resistance) sobre invasões de aliens à terra. A história do jogo até têm alguns momentos muito bons como aquele plot twist que já tinha referido e até têm um bom ritmo com vários acontecimentos inesperados que a vão tornando interessante e nos dão vontade de progredir no jogo. Em resumo a a história não é das melhores, mas funciona bem para o género de jogo que é. Em termos de duração, este jogo têm uma duração superior à normal para um FPS linear (o jogo deve-me ter durado umas 8/9 horas) o que é sempre bom, também têm um Multiplayer mas já não à praticamente ninguém a jogar.

    + Tal como no primeiro, a jogabilidade contínua o ponto mais forte o jogo pois é muito divertida. O que os jogos desta série têm de diferente na jogabilidade que os fazem ser tão divertidos é na utilização do Nanosuit. O Nanosuit é um fato que a nossa personagem possui que lhe permite obter várias capacidades especiais como ficar invisível, ficar com uma protecção à prova de balas e explosões e ter mais força e saltar mais alto do que o normal. Este aspecto torna a jogabilidade mais dinâmica e mais divertida. Por vezes temos a liberdade de escolhermos se queremos ir em Stealth ou a matar tudo, mas na maior parte das vezes a única opção é matar tudo o que aparece à frente. Ao contrário do primeiro jogo, os cenários deste jogo são mais fechados e a progressão do jogo é mais linear, mesmo que em certos cenários haja vários caminhos a seguir. Também possuímos uma grande variedade de armas, que fazem com que o jogo não se torne repetitivo. Resumindo, que gosta de FPS vai gostar de certeza deste jogo pois a jogabilidade deste jogo faz com o jogo seja muito divertido.

    + O jogo em termos gráficos está bom, mas vê-se que foi feito para ser jogado num bom PC e não numa consola. Mesmo com todos os seus problemas técnicos, os gráficos não deixam de ser bons. O jogo têm uns excelentes efeitos de luz e de partículas, muitos dos cenários são bem detalhados e as personagens têm todas muito bom aspecto. Alguns efeitos do ambiente como a água ou fumo também estão muito bem feitos. Como este jogo se passa numa Nova Iorque a ser invadida por extraterrestres em certos momentos vemos prédios e pontes a desabar e esses são os momentos em que os gráficos do jogo brilham, pois nesses momentos são levantadas poeiras e outros efeitos do desabamento que estão muito bem feitos e demonstram bem o que a Crytek consegue fazer em termos gráficos. Em termos de som, a banda sonora é excelente e sem dúvida outros dos pontos fortes do jogo, as vozes também foram bem escolhidas e os sons ambientes estão muito bem feitos.

    Pontos Negativos:
    - Achei o protagonista fraco, se tivesse um protagonista com mais carisma a história poderia ter ficado muito mais interessante .

    - A versão PS3 está cheia de problemas técnicos desde bugs (que não comprometem o jogo) a quebras de fluidez. E achei o aspecto visual muito instável, certos cenários pareciam mais bonitos que outros.
  • DR--K3 9 Set 2016 13:56:22 3,980 posts
    Visto 33 minutos atrás
    Registado 4 anos atrás
    @TL16199 Por acaso semprei achei acserie crysis underrated. As pessoas dizem que é só graficos mas a verdade é que tb tem gameplay muito bom.

    Infelizmente nunca joguei o 2, so o 1 e 3 mas acho que nao perdi muito em historia. E o online do 3 é dos melhores que ja joguei.
  • TL16199 9 Set 2016 17:12:19 1,818 posts
    Visto 17 horas atrás
    Registado 5 anos atrás
    @DR--K3 Por acaso acabei à uma semana o Crysis 3 e não gostei tanto como gostei dos 2 primeiros, achei a história muito fraca e sem sentido e a campanha é demasiado curta. O Multiplayer ainda tenho que experimentar.
    Se ainda tiveres a PS3 aconcelho-te vivamente a jogares o Crysis 2, já apareceu várias vezes em promoção na Playstation Store. Podes não perder muito da história, mas a campanha é na minha opinião a melhor da trilogia.
  • TL16199 8 Out 2016 01:38:13 1,818 posts
    Visto 17 horas atrás
    Registado 5 anos atrás

    Uncharted 4: A Thief's End (PS4): 10/10

    Pontos Positivos:
    + Este é o Uncharted com a melhor história de toda a saga. Tal como nos anteriores, as personagens continuam muito carismáticas, especialmente o Nathan Drake (o protagonista), e as novas personagens também são excelentes. Aliás, as personagens são o grande forte da história, pois a relação entre elas é o que torna a história do jogo realmente interessante. O grande foco da história deste jogo, para além da caça ao tesouro, é a relação do Drake com o seu irmão Sam e sem dúvida que algo que está muito bem retratado e como ambas as personagens são muito carismáticas, alguns momentos de conversa simples entre eles são alguns dos melhores momentos do jogo (um bocado como era a relação entre o Joel e a Ellie no The Last of Us). Também a relação do Drake com as outras personagens do jogo (como a sua mulher Elena e o seu amigo de longa data Sully também têm muita importância e também estão excelentes). Neste jogo também iremos saber mais acerca do passado do Drake e sem dúvida que as revelações tornam a personagem muito mais humana e identificável com qualquer um de nós. Para quem jogou os anteriores da saga, este jogo está cheio de referências e Easter Eggs para os mais atentos. Os vilões também estão muitos bons e talvez sejam mesmo os melhores vilões da saga. A história têm um excelente ritmo, cheia de reviravoltas e surpresas. O jogo consegue ter um equilíbrio entre cenas de acção cheias de adrenalina e cenas mais calmas em que o foco é a relação entre as personagens, algo que poucos jogos conseguem ter. Acerca do final, achei-o um final perfeito para a saga e espero que nunca mais façam mais nenhum Uncharted para não estragarem a história. Em termos de duração, eu demorei 16 horas a passar o jogo e não explorei tudo, se tivesse explorado tudo teria jogo para umas 20 horas, ou seja, este jogo têm a duração perfeita para um jogo singleplayer linear. Também possui um Multiplayer que é muito divertido e que pode oferecer umas boas horas de jogo.

    + Este jogo têm a melhor jogabilidade de toda a saga. Tudo melhorou em relação aos anteriores e ainda adicionaram coisas novas que tornam o jogo mais divertido. Começamos pelos tiroteios que neste jogo estão mais dinâmicos devido a uma melhoria no combate corpo-a-corpo e à introdução do gancho que nos permite movimentar-nos pelo cenário mais facilmente. Neste Uncharted, na maior parte das vezes, podemos escolher se queremos ser furtivos ou queremos matar tudo o que nos aparece à frente e, devido ao tamanho dos cenários terem sido ampliados, ambas as abordagens funcionam bastante bem. Nos anteriores jogos também podíamos ser Steath mas não funcionava também como funcionava bem. Pela primeira vez na série, em certos momentos temos cenários que não são lineares ou seja são cenários que têm vários caminhos para atingir o objectivo. Esses cenários têm vários coleccionáveis para encontrar (já que este é o Uncharted com mais coleccionáveis, algumas delas são Easter Eggs a outros jogos da Naughty Dog) ou que pede uma grande exploração desses cenários e dessa forma a duração do jogo é aumentada. A escalagem também melhorou já que agora está mais fluída e a introdução do Grapple e de uma faca para escalar certos obstáculos (um pouco como nos últimos Tomb Raider) tornam a escalagem mais divertida e menos aborrecida. Os puzzles também continuam muito bons e divertidos de se completaram. Outra novidade à série que este jogo introduziu foi que em certos momentos do jogo podemos conduzir veículos e essas secções estão muito boas pois a jogabilidade com os veículos está muito boa. Este Uncharted têm o equilíbrio perfeito entre tiroteios, exploração, resolução de puzzles e secções de plataformas, ou seja o jogo nunca se torna repetitivo. Com todas as novidades e melhorias referidas tornam este dos jogos mais divertidos que já joguei e para quem é fã do género este jogo é obrigatório.

    + Em termos de gráficos, são do melhor que já num jogo de consola, são simplesmente fantásticos. Os cenários são lindos, cheios de detalhes e efeitos climatéricos que tornam os cenários bastante realistas. As personagens também estão com excelente aspecto, as expressões faciais é do melhor que já vi e certos detalhes da roupa e dos cabelos também estão muito bons. Outra coisa que também gostei imenso em termos gráficos é como os cenários afectam o aspecto da nossa personagem, ou seja, quando estamos num local como muita lama a roupa da personagem fica suja de lama e se logo a seguir formos para um local com água e molhamos a roupa da personagem, a lama não desaparece totalmente da roupa. Eu achei estes e outros pormenores fantásticos e, na minha opinião, é o que torna os gráficos simplesmente fantásticos. As animações da nossa personagem também estão muitos boas, especialmente durante os combate e nas secções das personagens. A movimentação das personagens também estão muito bem feitas, assim como os efeitos das explosões e de certos aspectos do ambiente como a terra ou a água. E ao longo de todo o jogo encontrei muitos poucos problemas técnicos e os que encontrei não incomodaram nada, o que é surpreendente tendo em conta o aspecto que este jogo possui. É por este aspecto que os gráficos deste jogo são realmente excelentes e é o exclusivo que melhor demonstra o poder da PS4. Em termos de som, tal como os restantes jogos da saga a banda sonora é excelente (curiosidade, o compositor da banda sonora é o Henry Jackman que faz as bandas sonoras de vários filmes de Hollywood, como por exemplo mais recentemente fez do Captain America: Civil War), assim como as vozes das personagens (eu joguei em português e a localização está excelente, escolheram muito bem os actores que fazem as vozes ás personagens) e o som ambiente.

    Pontos Negativos:
    - Um ou outro bug ocasional nada que estrague esta obra-prima.

  • TL16199 3 Nov 2016 22:12:28 1,818 posts
    Visto 17 horas atrás
    Registado 5 anos atrás

    Battlefield Hardline (PS4): 7,5/10

    Pontos Positivos:
    + A história deste jogo surpreendeu-me, pois é melhor que o normal num jogo deste género, mesmo não sendo nada de especial. As personagens estão boas, em especial o protagonista que têm um passado bastante interessante. As outras personagens também são interessantes em especial a nossa parceira Khai que também têm um passado interessado. Há outras personagens que são um bocado clichés, assim como a história que explora assuntos típicos de filmes/séries policiais como policias corruptos ou tráfico de droga. Mas no geral, a história é razoável, têm um bom ritmo, algumas reviravoltas pelo meio e ainda um final diferente do habitual e que nos pode deixar a pensar. Sem dúvida que é o jogo da série com a melhor história e a 2ª melhor campanha de série na minha opinião (a 1ª é a do Bad Company 2). Em termos de longevidade, é capaz de ser dos Battlefield com a maior duração na campanha, mas ao contrário do 4 só possui um final, o que faz com que não tenhamos tanta vontade de repetir o jogo como no seu antecessor.

    + Em termos de jogabilidade, não sofreu muitas alterações em relação ao Battlefield 4, mas têm algumas diferenças devido ao tema do jogo. Uma dessas alterações é que este jogo é mais focado na acção furtiva que os jogos anteriores, já que agora temos cenários mais abertos à nossa disposição e também temos uma câmera que nos permite marcar os inimigos (como nos últimos Far Cry). Também temos a possibilidade de podermos passar certas partes sem matarmos nenhum inimigo utilizando armas não letais ou mostrando-lhe o nosso crachá de policia e dessa forma podemos fazer takedown de forma não letal. Eu gostei do foco na acção furtivo, só achei que podiam dar mais liberdade para podermos passar certas situações sem matarmos todos os inimigos. Nas partes em que não somos furtivos e utilizamos armas de fogo é típica jogabilidade de Battlefield ou seja podem contar com uma jogabilidade muito fluída e com um grande número de armas que podemos utilizar. Os controlos dos veículos continuam excelentes, tanto na campanha como no Multiplayer. Acerca do Multiplayer, não joguei muito, mas do que joguei gostei bastante dos modos de jogo e não achei que tivesse muito lag ou qualquer problema do género.

    + Em termos de gráficos, tal como a jogabilidade, não sofreu grandes alterações em relação ao seu antecessor, ou seja continuam muito bons, mesmo que com alguns problemas. Os cenários têm a maioria muito bom aspectos com texturas de boa qualidade, um excelente sistema de evolução e certos cenários são destrutiveís. As personagens também têm todas bom aspecto, com umas expressões faciais muito boas. Os cenários que percorremos durante a campanha são variados e bastante detalhados. Mas tal como todos os outros jogos da série, outro aspecto que o jogo brilha é no som, já que tanto as vozes como a banda sonora são de grande qualidade e os sons ambiente e das armas também são muito bons.

    Pontos Negativos:
    - Certas personagens poderiam ter tido mais foco durante a história. A história possui muitos clichés de vários filmes/séries policiais já existentes.

    - O jogo poderia dar mais liberdade em certos momentos em que somos furtivos, já que muitas vezes não podemos passar de nível se não matarmos todos os inimigos na área.

    - Alguns bugs e por vezes em cenários mais extensos é possível observar alguns pop-ups de texturas.
  • DR--K3 13 Nov 2016 20:34:51 3,980 posts
    Visto 33 minutos atrás
    Registado 4 anos atrás
    Não é muito normal fazer-se reviews para Betas, mas como o jogo final (que só deve sair em 2017) provavelmente vai ser muito parecido ao que já está na Beta, e porque ainda nao há muitas pessoas com acesso a ela, aqui vai...

    'Gwent: Witcher Card Game' Beta

    Quem já jogou este mini-jogo no Witcher 3 já terá uma boa ideia do que lhe espera. Mas não vai ser tão facil vencer como nesse jogo, pois 1. houve imensas alterações às mecanicas do jogo, e 2. para já a Beta está feita para se jogar apenas contra oponentes reais online, dá para praticar contra a AI mas confesso que nem experimentei esse modo.

    Basicamente há 4 facções no jogo: Northern Realms, Skellige, Monsters e Scoiatel (e o Nilfgaard Empire virá mais tarde), para além das cartas neutras e especiais que podemos usar em qualquer deck. O objectivo do jogo é ganhar 2 de 3 rondas possiveis.

    Cada deck tem de ter entre 25 e 40 cartas. E aqui é que aparecem as grandes modificaçoes em relaçao ao Gwent presente no Witcher 3:

    - Aqui, as cartas estão divididas por classes. E há um limite para cada (Maximo de 4 de Ouro, 6 Prata e quantas quisermos de Bronze, mas so podemos ter 3 de Bronze iguais, e as de prata e ouro nao podemos ter repetidas no deck). Isto torna as coisas muito mais estrategicas, pois nao podemos limitar nos a encher o deck com todas as nossas cartas douradas e ter victoria praticamente assegurada, como no Witcher 3.

    - Outra grande alteraçao, é que ao fim da 1a ronda, cada jogador retira 2 cartas, e ao fim da 2a, mais uma. Isto acrescenta uma dose de risco, pois já nao sabemos desde o inicio tudo o que teremos disponivel (no Witcher 3, começamos com 10 cartas e essas têm de durar o jogo todo, so se conseguia buscar mais com certas cartas)

    - Quase todas as cartas foram reajustadas, tanto no seu valor de pontos como no efeito (só as imagens e nomes ficaram iguais :lol:). Os spies que eram tao valiosos, desapareceram praticamente, e os medics só estão disponiveis em 2 decks e não sao tao eficazes.

    - Mais importante que tudo isso, o jogo foi redesenhado para ser muito mais dinamico, com imensas cartas a afectar outras de mil e uma maneiras possiveis, em vez de ser um mero jogo de matematica, de somar pontos e ver quem tem mais. Já nao sao só as cartas de Clima que alteram tudo, há muitas estrategias e efeitos que podem alterar o tabuleiro todo numa jogada.

    De momento tou com 27 horas de jogo na Beta e não estou nada farto, pois há imensos oponentes brilhantes e há um sistema de progressao que nos permite comprar boosters de cartas sem usar dinheiro real (mas é aleatorio), e um sistema de craft onde podemos transformar as cartas que nao queremos em scrap, e usar esse scrap para craft as cartas que queremos.

    Se recomendo ou não o jogo, depende dos vossos gostos. Se gostam de Trading Card Games (reais ou virtuais), este é muito bom. Se têm a certeza que nao gostam, também nao gostarão deste. Mas se não têm a certeza o melhor é experimentarem quando sair, ou registarem-se e fazerem figas para que recebam uma chave para a Beta :wink:

    Editado por DR--K3 às 20:35:32 13-11-2016
  • TL16199 15 Nov 2016 00:08:48 1,818 posts
    Visto 17 horas atrás
    Registado 5 anos atrás

    Mass Effect (PS3): 8/10

    Pontos Positivos:
    + A história deste jogo é excelente, das melhores do mundo dos videojogos. Um dos principais pontos positivos da história é o universo que a envolve, que é simplesmente massivo, capaz de estar a par de grandes sagas de ficção cientifica como Star Wars ou Star Trek. Este jogo possui uma quantidade massiva de lore como diferentes raças, planetas, veículos, etc. Acerca da história mesmo do jogo é muito boa, o nosso protagonista, o Comandante Shepard (podem escolher o primeiro nome à vontade), é uma personagem extremamente interessante. Aliás todas as personagens do jogo são excelentes e muito profundas, e é muito fácil ficarmos ligados a elas. Outra aspecto muito importante para a história do jogo é as decisões que temos de tomar ao longo do jogo, que afectam não só a história, como o destino de certas personagens (este aspecto teve uma maior importância no segundo jogo da saga). Algo que melhora ainda mais as decisões deste jogo é que estas são transferidas para os restantes jogos, ou seja as decisões afectam não só este jogo, como a saga toda no geral, o que é um ponto positivo não só para este jogo, como para toda a saga. Mas a história é realmente excelente, deste personagens espectaculares (com vilão muito bem feito) a momentos simplesmente épicos, quem gosta de história de ficção cientifica, é mais do que recomendado. Em termos de duração, demorei 20 horas a terminar o jogo e deixei muitas missões secundárias por fazer, ou seja têm muito conteúdo para quem gosta do género.

    + A jogabilidade deste jogo é boa, mas têm alguns problemas. Algo que está muito bom no jogo são os elementos RPG que estão bons, temos muitas características que podemos evoluir na nossa personagem e também possuir vários poderes que dão imenso jeito em certos combates. O sistema de combate é boa, mesmo tendo alguns problemas (como o sistema de cobertura e o sistema de mira) têm muitos pontos positivos como a grande variedade de armas que possuímos, os vários poderes que a nossa personagem possui, a grande variedade de inimigos que possuímos no jogo, a inteligência artificial que não é má e o controlo dos veículos que eu gostei (sei que muita gente não gostou, mas que a mim não me incomodou minimamente). Resumindo a jogabilidade têm vários problemas, mas não deixa de ser boa e recomendo para quem é fã de RPG e de Third Person Shooter.

    + Os gráficos deste jogo são muito bonitos para a época em que o jogo saiu, só é pena a versão PS3 deste jogo ter vários problemas técnicos. Os mundos em que o jogo se passa são todos muito bonitos e detalhados, para além de serem todos diferentes uns dos outros e terem um excelente design. Este é um jogo que existe uma grande variedade de espécies e todas personagens também estão todas muito bem detalhadas e variadas, e as expressões faciais são excelentes para e época em o jogo foi lançada. O jogo também possui um excelente sistema de iluminação e umas texturas bastantes boas para a época. Em termos de som, a banda sonora é excelente e encaixa de forma perfeita com o ambiente do jogo. As vozes das personagens também estão muito boas e sons ambientes e de cada arma também estão muito bons.

    Pontos Negativos:
    - O sistema de cobertura têm alguns problemas e a mira é um bocado lenta e instável.

    - A versão PS3 têm bastantes problemas técnicos como bugs, loadings enormes (com uma duração média de 30 segundos quando se morre) e muitas quebras de fluidez (especialmente quando enfrentamos vários inimigos ao mesmo tempo).

  • TL16199 3 Dez 2016 22:43:54 1,818 posts
    Visto 17 horas atrás
    Registado 5 anos atrás

    Resistance 3 (PS3): 8/10

    Pontos Positivos:
    + A história deste jogo é boa, mas deveria ter dado mais foco às personagens, porque à excepção do protagonista todas as outras personagens são pouco carismáticas e algumas são mesmo esquecíeis. Mas a história têm um bom ritmo, com algumas reviravoltas e mortes inesperadas pelo meio. A história, mesmo tendo vários clichés típicos de qualquer jogo/filme sobre invasões extraterrestres, até é interessante e o ambiente pós-apocalíptico em que o jogo se passa ajuda a sentirmos que os humanos são uma força mais fraca que os químerianos (os vilões do jogo). Resumidamente, a história é boa mas deviam ter dado mais foco nas personagens.

    + A jogabilidade é o ponto mais forte deste, é realmente um FPS muito divertido. A jogabilidade é muito fluído e têm um dos melhores arsenais de armas que alguma vi num FPS, cada arma está incrivelmente detalhada e cada uma delas é completamente diferente das outras, e elas vão evoluindo ao longo do jogo à medida que as vamos utilizando o que faz com que nós não andemos sempre com a mesma arma. Há um boa variedade de inimigos e a sua inteligência artificial não é má. O jogo é pouco fácil, com excepção de umas partes específicas que oferecem um desafio um pouco maior que o resto do jogo. Os controlos do jogo estão óptimos e para quem quiser é possível jogar a campanha inteira em co-op split-screen que torna o jogo ainda mais divertido.

    + Achei os gráficos deste jogo muitos bons, sem dúvida que mostram bem o poder da PS3. Os cenários em que o jogo se passa são bastante variados e todos são bonitos e detalhados para a época em que o jogo saiu. As expressões faciais também estão boas para a época, assim como as texturas dos objectos e a luz. As armas têm todas um design muito bom e estão bem detalhadas, assim como os inimigos. As cutcenes também estão muito bem feitas. E ao longo do jogo não tive nenhum problema técnico o que é sempre bom. Em termos de som, a banda sonora é boa e encaixa bem no ambiente do jogo. Eu joguei o jogo com as vozes localizadas em português e achei-as muito boas. O som ambiente, dos quimerianos e das armas também está muito bom.

    Pontos Negativos:
    - Poderiam ter dado mais foco às personagens, mesmo a história sendo boa achei as personagens com pouco carisma e difíceis de relacionar, o que tornou a história menos emocional do que deveria, a única excepção é o protagonista que está realmente uma boa personagem.

    - Achei a campanha curta e os servidores do Multiplayer estão desligados, por isso este jogo não têm muito conteúdo.
  • Izanagiko 15 Dez 2016 21:34:31 7,417 posts
    Visto 1 hora atrás
    Registado 5 anos atrás
    @Bernkastel

    Quer dizer, tudo o que estava de mal no primeiro eles fizeram aqui a dobrar(os puzzles que este tem são tão óbvio que é mesmo a gozar com o jogador e a chamar lhe de estrume por estar a fazer o mesmo que no primeiro)e tu dizes que está melhor? Até o level design deste é mais noob que o anterior. Anda lá impostor, larga a conta do Bernkastel...que o Bernkastel que conheço daria um 3/10 a este jogo a cagar.
  • DR--K3 15 Dez 2016 23:46:53 3,980 posts
    Visto 33 minutos atrás
    Registado 4 anos atrás
    Uns odeiam o Tomb Raider reboot, outros odeiam o RoTR ainda mais... Já aprendi a nao confiar nas vossas opiniões no que toca à menina Lara :lol:
Inicia sessão para responder

Sometimes posts may contain links to online retail stores. If you click on one and make a purchase we may receive a small commission. For more information, go here.